O que é morfologia?

 

A morfologia é a parte da gramática da Língua Portuguesa que estuda a palavra isoladamente e não dentro de uma frase.

Na morfologia estudamos as dez classes de palavras ou dez classes gramaticais: Substantivo, verbo, advérbio, numeral, preposição, conjunção, interjeição, adjetivo, pronome e artigo.

 

O que é sintaxe?

 

A sintaxe é a parte da gramática da Língua Portuguesa responsável pelo estudo das funções dos vocábulos em uma frase, oração ou período.

Na sintaxe estudamos “ sujeito ”, “ predicado ” e todos os demais termos de uma oração: objeto direto, objeto indireto, adjunto adnominal, adjunto adverbial, aposto, vocativo, agente da passiva, predicativo do objeto, complemento verbal, complemento nominal etc...

 

MORFOLOGIA

 

As dez classes de palavras

 

Podem ser variáveis ou invariáveis. As invariáveis não admitem variações, já as variáveis admitem variação de gênero ( masculino ou feminino ), número ( singular ou plural ), de pessoa, tempo e modo.

 

 

Classes gramaticais

Variáveis

Invariáveis

Substantivo

Adjetivo

Artigo

Numeral

Pronome

Verbo

Preposição

Advérbio

Conjunção

Interjeição

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Preposição

 

É a palavra invariável ( não tem feminino, nem plural ) que relaciona dois termos de uma oração de tal modo que o sentido do primeiro é explicado ou completado pelo segundo.

São preposições: A, com, em, por, ante, contra, entre, sem, após, de, para, sob, até, desde, perante, sobre.

 

 

Advérbio

 

É uma palavra que modifica o sentido do verbo, do adjetivo ou de outro advérbio.

Exemplos: Certamente, sem dúvida, talvez, provavelmente, acaso, bem, demais, pouco, muito, tanto, acima, abaixo, longe, perto, junto, dentro, assim, depressa, lentamente, de bom grado, nem, de forma alguma, sempre, nunca, em breve, agora, como etc..

 

 

Conjunção

 

Palavra invariável que liga orações ou palavras.

Exemplos: Mas, se, caso, embora, pois, e, quando, nem, porém, contudo, todavia, ou, ora, portanto, logo, porque, que etc...

 

 

Interjeição

 

É a palavra ou locução que exprime de modo vivo e instantâneo nossos estados emotivos.

Um mesmo estado de espírito pode ser expresso por mais de uma interjeição e vice-versa. O valor, o sentido de cada interjeição depende muito da maneira como ela é falada e do contexto em que ela aparece.

Exemplos: Ah!, oh!, oba!, viva!, ai!, ui! etc..

 

 

Substantivo

 

É a palavra que denomina os seres.

Exemplos: Dor, fome, saudade, alma, homem, cidade.

 

 

Adjetivo

 

É a palavra que acompanha o substantivo e tem por função expressar as qualidades ou características dos seres.

Exemplos: Veloz, sincero, novo, bonito, amado, bondoso, inteligente etc..

 

 

Artigo

 

É uma palavra que colocamos antes dos substantivos para determiná-los ( ou indeterminá-los ) e, ao mesmo tempo, indicar-lhes o gênero e o número.

O artigo concorda em gênero ( feminino e masculino ) e número ( singular e plural ) com o substantivo.

Artigos definidos: O, a, os, as.

Artigos indefinidos: Um, uma, uns, umas.

 

 

Numeral

 

É a palavra que exprime quantidade, número de ordem, múltiplo ou fração.

Os numerais classificam-se em:

Cardinais: indicam uma quantidade de seres.

Exemplo: Em dois barcos vinham vinte pessoas.

Ordinais: indicam, numa série, a posição ocupada por determinado ser.

Exemplo: Ele foi o terceiro colocado na prova.

Multiplicativos: indicam o aumento proporcional da quantidade.

Exemplo: Ele gastou o triplo do que tem.

Fracionários: indicam a divisão proporcional da quantidade.

Exemplo: Ele vendeu dois terços do sítio.

 

 

Pronome

 

Pronomes são palavras que representam ( substituem o substantivo ), ou o acompanham, limitando sua significação.

Exemplos: Eu, tu, ele, nós, vós, eles, me, te, se, o, a, lhe, nos, vos, os, as, lhes, mim, ti, si, ela, elas, Vossa Excelência, meu, minha, alguém, ninguém, todos etc..

 

 

Verbo

 

É a palavra que exprime um fato ( ação, estado ou fenômeno ) situado no tempo.

O verbo é a classe de palavras que apresenta o maior número de flexões. Ele varia em:

Número: singular e plural.

Pessoa: 1ª, 2ª e 3ª.

Tempo: Presente, passado e futuro.

Modo: Indicativo, subjuntivo e imperativo.

Voz: Ativa, passiva e reflexiva.

O verbo tem três conjugações:

1ª conjugação ( terminação “ AR ” ). Exemplos: Andar, passear.

2ª conjugação ( terminação “ ER ” ). Exemplos: Viver, receber.

3ª conjugação ( terminação “ IR ” ). Exemplos: Sorrir, partir.

 

Os verbos com terminação “ AR ”, “ ER ” e “ IR ”, são os verbos no infinitivo.

 

Observações: Verbos terminados em “ NDO ” recebem o nome de “ gerúndio ”. Exemplos: Andando, vivendo, sorrindo.

Já os terminados em “ ADO ” ou “ IDO ” estão no “ particípio passado ”. Exemplos: Andado, vivido, sorrido.

 


www.webclayton.com/portugues.htm